AvaliaçõesNotícias

Avaliação: Corolla XEi mantém os atrativos da marca

Preferido dos consumidores mais conservadores, sedã médio continua estiloso

Avaliamos a versão intermediária XEi do Corolla, a mais vendida da linha. Famoso pelo estilo elegante, espaçoso e confortável, o Corolla, que passou por uma reestilização, não ganhou a apelido de “carro do Tiozão” à toa.

Priorizando as linhas clássicas e sóbrias, o sedã médio mais vendido no Brasil agrada o motorista que procura velocidade e estabilidade, mas também imponência e segurança. A versão XEi apresenta claramente as razões que levam o modelo a ser tão bem aceito no mercado.

O Corolla chegou para provar que, além de todas as características já famosas da marca, o carro ainda pode agregar elementos de modernidade e desempenho nas estradas, requisitos indispensáveis até mesmo para os motoristas mais conservadores. Dirigir o Corolla é ter absolutamente a sensação de estar no comando de um veículo com um conceito moderno. Confortável, carro na mão sempre e comandos de fácil alcance no painel.

Tirando a versão GLi, que ficou um pouco mais barata do que no ano passado – cerca de R$ 2,7 mil, o novo Corolla não sofreu alterações significativas em termos de conteúdo. De série, a versão de entrada já traz sete airbags, controles de estabilidade e tração e sistema de som simples, com Bluetooth. No caso da versão XEi 2.0, a novidade fica por conta do acabamento interno na cor preta, que confere ao veículo um ar ainda mais clássico, sóbrio, porém, sofisticado.

Segundo a Toyota, a novidade “dá à versão uma aparência mais moderna e de maior prestígio a bordo do veículo”. O sedã segue oferecido nas tonalidades branco perolizado, prata supernova, cinza granito, preto eclipse, vermelho granada e ganha uma nova cor, a marrom urban.

O Corolla XRS, por sua vez, é vendido somente nas cores branco polar e preto eclipse. Nas motorizações, o Corolla segue com o 1.8, de 144 cavalos, e o 2.0, de 153 cv. Ambos são casados com a transmissão automática do tipo CVT com simulação de 7 marchas.

O Corolla XEi se destaca ainda pela boa lista de equipamentos. Além do novo revestimento interno, outros destaques são o ar-condicionado digital, volante com quatro comandos para controle de áudio, computador de bordo, espelho retrovisor interno eletrocrômico, chave presencial, controle de velocidade de cruzeiro, rodas de liga leve aro 17”, antena “shark fin”, faróis de neblina dianteiros; acendimento automático dos faróis e central multimídia, sistema de navegação GPS, TV digital e câmera de ré.

No asfalto, a nova calibração das suspensões e amortecedores tornou o Corolla extremamente confortável sem abrir mão da estabilidade. Já conhecido como um carro que dificilmente desgarra nas curvas, o Corolla conta ainda com o ESP, que garante resposta em eventuais problemas, além de reforçar a comodidade.

O assistente de partida em rampa é muito útil para ladeiras ou descidas. A nova calibração das suspensões e amortecedores foi fundamental para tornar o Corolla extremamente confortável sem abrir mão da estabilidade. Para completar o conforto, colaboram a atualização do software do módulo da direção elétrica e os reforços feitos no isolamento acústico da cabine.

Motor

O motor 1.8 desenvolve 144 cv a 6.000 rpm com etanol, e 139cv a 6.000 rpm com gasolina. O torque máximo é de 18,6 kgfm (etanol) e 17,7 kgfm (gasolina) a 4.800 rpm. Já o motor 2.0 gera 154 cv a 5.800 rpm (etanol), e 143 cv a 5.800 rpm (gasolina), com torque máximo de 20,7 kgfm a 4.800 rpm (etanol) e 19,4 kgfm a 4.000 rpm (gasolina).

Abastecido com etanol, o modelo avaliado fez média de 7,4 km/l na cidade e 9,2 na estrada. Nos dois casos com acelerações menos agressivas. Oficialmente, os números apresentados apontam para um consumo 10,6 km/l de gasolina na cidade e 12,6 km/l na estrada, com o mesmo combustível.

Lançado no Brasil em 1994, o sedã médio da Toyota é o líder de vendas do segmento. Em 2017, foram vendidas mais de 66 mil unidades do modelo, que garantiu a sétima posição no ranking geral. Entre janeiro e fevereiro de 2018, as vendas do Corolla no Brasil somam 8.335 unidades, total que representa cerca de 44% das vendas de todo o segmento. As mudanças discretas nos recentes lançamentos são reflexo de que a Toyota não pretende inovar, até a chegada da nova geração do sedã, num modelo que já é sucesso garantido.

Tabela de preços do Toyota Corolla 2019

Toyota Corolla 1.8 GLi: R$ 89.990 (custava R$ 92.690, redução de R$ 2.700)
Toyota Corolla 2.0 XEI: 105.690 (custava R$ 104.850, aumento de R$ 840)
Toyota Corolla 2.0 XRS: R$ 111.270 (custava R$ 110.390, aumento de R$ 880)
Toyota Corolla 2.0 Altis: R$ 118.850 (custava R$ 117.900, aumento de R$ 950)

 

Compartilhar:

Deixar um Comentário