AvaliaçõesNotícias

Impressões tiradas durante a avaliação do EcoSport 2018 FreeStyle

Andamos no SUV da Ford que chega mais moderno na quarta geração

Eco (6)

Visualmente, uma renovação não muito profunda, mas com detalhes marcantes como no novo estilo frontal. Os faróis mais modernos, com projetor tipo canhão e LEDs diurnos, não melhoraram apenas a iluminação. Deram uma aparência mais robusta e agradável ao compacto. O desenho da moldura que envolve todo o conjunto ótico principal e secundário, composto por piscas e faróis de neblina, causa uma boa impressão. A grade dianteira garante uma presença forte e marcante do modelo e o para-choque, com novo desenho, ganhou um protetor central.

Na traseira, o novo modelo não difere muito do antecessor, a não ser no para-choque mais saliente.  O estepe continua preso na tampa do porta-malas. Chegou-se até cogitar que o SUV 2018 da Ford abriria mão do estepe na posição em que se encontra atualmente. Que nada. Ele continua pendurado lá, como no modelo vendido na Europa, com a diferença de que no velho continente há a opção sem estepe na tampa.  As rodas de liga leve de 16 polegadas chamam a atenção pelo novo desenho. São idênticas às rodas que equipam o Fiesta na Europa. De uma forma geral, um SUV bastante atraente e com um perfil mais robusto.

Eco (1)

Estamos falando do Novo Ford EcoSport 2018. Andamos na versão FreeStyle, com a nova transmissão automática de seis velocidades, vendida por R$ 86.500. Trata-se da versão mais procurada do modelo. Nas primeiras linhas destacamos as mudanças que trouxeram mais vida ao compacto da Ford, criador do segmento de SUVs no mercado brasileiro. O modelo vem resistindo bem à pressão dos concorrentes e, se melhorou com a geração anterior, agora com a quarta ficou bem melhor. E como melhorou!  A Ford apresentou um novo EcoSport com muito mais predicados, o suficiente para se manter firme e forte no segmento dos utilitários esportivos compactos.

O modelo 2018 chegou caprichado no interior, empregando um novo painel e refinado acabamento nos detalhes, como nos tons contrastantes e na textura superior emborrachada. Era preciso mesmo uma renovação profunda no ambiente interno. Isso aconteceu de forma muito eficiente. O compacto ficou mais requintado e agradável. Não foi possível um aumento do entre-eixos de 2,52 metros por falta de um novo projeto, mas a Ford compensou a falta de aumento de espaço interior com um bom trabalho no acabamento. Mais do que isso, o EcoSport 2018 ganhou também mais em tecnologia.

ecosport ford (1)

Google

Os concorrentes Honda HR-V, Jeep Renegade, Hyundai Creta, Nissan Kicks e Renault Duster se preparam bem para não fazerem feio na disputa cada vez mais acirrada entre os SUVs compactos. O EcoSport percorreu o mesmo caminho e surgiu bem construído na geração atual. O novíssimo motor 1.5 de três cilindros e 137 cavalos de potência (substituto do Sigma 1.6) constitui-se numa das maiores novidades do novo EcoSport com seus 16,2 kgfm de torque. Esse motor, vindo da Índia, mas que foi desenvolvido também pela engenharia brasileira, faz sua estreia global no SUV compacto da Ford.

Durante o período de avaliação com a versão FreeStyle, o motor tricilíndrico mostrou-se econômico e ágil em perímetro urbano. Mostrou-se superior ao antecessor Sigma 1.6. Na estrada, com quatro pessoas a bordo, ele rompe bem, mas quando exigido numa aceleração mais forte, sofre um pouco. A acústica bem trabalhada inibe barulhos a entrada de ruídos.  O consumo da versão avaliada, com transmissão automática de seis velocidades, registrou média de 7,1 km/l na cidade e 9,2 km/l na estrada, com etanol no tanque. Com gasolina, o consumo oficial é de 10,4 e 12,8 km/l, respectivamente, na cidade e estrada.

O câmbio de dupla embreagem PowerShift que equipava o modelo até então, e motivo de problemas na linha, perdeu seu posto para anova caixa automática com conversor de torque. Moderna, a nova transmissão passa confiança.  A dirigibilidade do compacto e prazerosa e a direção com assistência elétrica, contribui em muito com o comportamento de neutralidade e conforto. Os 7 airbags, somados aos controles de tração e estabilidade de série e o conjunto de sistemas que previnem capotamentos reforçam a segurança a bordo do modelo.

ecosport ford (2)

Google

Voltando ao ambiente interno do EcoSport, vale a pena mais algumas observações. O painel, por exemplo, ganhou dois tons e um emborrachado com toque bastante agradável na parte superior. Na parte inferior, a cor bege garantiu um requinte maior. O volante multifuncional  traz  revestimento de couro macio, os bancos, agora maiores, ganharam couro legítimo e o quadro de instrumentos com tela colorida de 4,2 polegadas veio do Focus. Bem visível e chamativa é a central multimídia de 8 polegadas, também de fácil acesso.

 A interface Sync 3, emprestada do Fusion e Focus, oferece excelente comandos de voz e é compatível com Android Auto e Apple CarPlay. Ela se comunica com as duas portas USB no console, que tem aplique imitando aço escovado e um porta-objetos capaz de receber até um celular de maior porte. O porta-malas com capacidade para 356 litros ganha em tamanho apenas do Jeep Renegade. Ainda assim tem pouco espaço.

O EcoSport FreeStyle 2018 encontra-se situado em uma das faixas de disputas mais acirradas no segmento dos SUVs, onde estão os concorrentes HR-V, Creta e Kicks. Contudo, o EcoSport FreeStyle automático tem a vantagem do preço. Seu principal alvo, o Honda HR-V LX CVT, é vendido por R$ 87.900 e não oferece central multimídia de série na versão.

O novo EcoSport, que chegou ao mercado em 2003 e foi líder de vendas durante anos,  é vendido nas versões SE, de entrada, por R$ 73.990, com câmbio manual de cinco velocidades, e por R$ 78.990 com transmissão automática. Por sua vez, a versão intermediária FreeStyle custa R$ 81.490 manual e R$ 86.490 automático. Essas com motor 1.5 tricilíndrico. A versão topo da linha, a Titanium, com motor 2.0 e unicamente com câmbio automático, é vendida por 93.890.

Há bons motivos para a compra do EcoSport 2018 e a versão FreeStyle se confirma como uma excelente opção. É justamente a versão com a qual a Ford aposta todas as fichas em vendas para poder voltar a figurar entre os três suvs compactos mais vendidos do mercado.

Eco (4)

 

Compartilhar:
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!