AvaliaçõesNotícias

Se é pra fazer a diferença no segmento dos hatch, o Cruze Sport6 faz

Totalmente novo em termos de design e acabamento interno, o Cruze Sport6 chega a ser um carro surpreendente. A nova carroceria se mostra moderna pelas linhas esportivas e bem definidas, o que tona o veículo externamente bem resolvido. Se a traseira agrada, a dianteira faz do carro uma...
Totalmente novo em termos de design, acabamento interno e motorização, o Sport6 chega a ser um carro surpreendente

Totalmente novo em termos de design, acabamento interno e motorização, o Chevrolet Cruze Sport6 chega a ser um carro surpreendente em tudo

A sobrevivência dos modelos hatch médios no mercado brasileiro não está nada fácil. Resistir está na condição primordial de ser um veículo não apenas com um design muito bonito, mas também em excelente mecânica, economia e um custo-benefício compensatório. O crescimento dos utilitários esportivos compactos, cada vez mais chamativos e criando uma cultura de desejo de compra, tira mercado dos hatch.

Desta forma, se quiser ficar bem nas estatísticas de vendas, não há outro caminho a não ser  manter-se  permanentemente com atributos que prendem as atenções.  Se é pra gastar um pouco mais, em valores equivalentes aos praticados nos modelos hatch mais equipados, as opções dos SUVs são muitas e bem atrativas. Servem para o dia a dia do trânsito urbano e nas viagens atendem bem às necessidades das famílias.  Essa é uma realidade.

Realidade também é a mudança que  Chevrolet Cruze Sport6  sofreu em sua segunda geração. O modelo se fortaleceu no segmento, literalmente. O Sport6, que compete diretamente com o Ford Focus 2.0 Titanium e com o Volkswagen Golf 1.4 TSI, entre os hatch médios, fez essa mudança essencial e de sobrevivência com seu modelo 2017, lançado no final do ano passado. O hatch médio da Chevrolet tem os atributos que fazem a diferença tão essencial neste momento.

Totalmente novo em termos de design  e acabamento interno, o Cruze Sport6 chega a ser um carro surpreendente. A nova carroceria se mostra moderna pelas linhas esportivas e bem definidas, o que tona o veículo externamente bem resolvido. Se a traseira agrada, a dianteira faz do carro uma atração à parte. Os para-choques, com desenho exclusivo e inspirados na versão RS norte-americana e faróis auxiliares horizontais e spoiler integrado à base pintado em preto fosco, dão robustez e força ao modelo.  Sem reparos.

Internamente, o Cruze Sport6 é confortável e utiliza materiais de qualidade no acabamento, semelhante ao irmão Sedã

Internamente, o Cruze Sport6 é confortável, utiliza materiais de qualidade no acabamento e com detalhes cromado, semelhante ao irmão Sedã

Internamente, o Sport6, tem todos os motivos de vida bem resolvida.  Semelhante ao Cruze Sedã, o acabamento, com a utilização de materiais de qualidade “soft touch”, imitando couro, é refinado. Motorista e passageiros andam confortáveis. Os detalhes cromados dão um toque de beleza e sofisticação a mais no ambiente interno. Detalhe que chama a atenção é o espaço entre os bancos traseiros e dianteiros. Vale o registro. Com a introdução da nova plataforma, o Sport6 2017 perdeu 217 mm em tamanho, mas ganhou espaço no aumento do entre-eixos, permitindo mais espaço interno.

O Chevrolet Sport6 da nova geração vem bem equipado desde a versão de entrada LT, que custa R$ 90 mil. Depois vem uma versão LTZ por pouco mais de  R$ 101 mil e uma segunda versão LTZ, completona, por R$ 110.900 mil. A meta da Chevrolet é vender 450 unidades mês, mas em dezembro passado, poucos dias depois do seu lançamento e com um mercado em crise,  conseguiu passar pouco mais de 150  unidades.

Das versões disponíveis, andamos na LTZ mais completa. As impressões foram as melhores possíveis. Além da constatação do seu conforto interno e da beleza exterior do carro, demonstrada também nos olhares das pessoas. O comportamento do motor Ecotec 1.4 Turbo Flex é  um caso a parte. Formando um conjunto bem ajustado com o macio câmbio automático de seis velocidades, o novo propulsor do Sport6 cumpre de forma bastante eficiente seu papel rodando na cidade e na estrada. Trata-se de um motor ágil e com uma economia que nem parece ser de um hatch com perfil esportivo e com acabamento que remete a um sedã de luxo. A Central Multimídia MyLink2 é bastante funcional e prática. Intuitiva, é fácil de ser acessada.

Rodando com gasolina, quando o motor oferece 150 cv de potência e 24,5 kgfm de torque, registramos média superior a 10 km por litro na cidade.  Na estrada, a boa surpresa. Viajando de Goiânia a Aruanã, distante 315 km da Capital, com três adultos e uma criança a bordo, a média passou dos 13 km por litro de gasolina. Nos primeiros 110 km, entre Goiânia e Itaberai, contando a parte urbana rodada para deslocamento até o trevo de saída, foram 110 km.  O consumo apontado pela calculadora do gerente do posto, em Itaberaí,  apontou 13,33 km por litro. Ele próprio ficou surpreso.

Pra não dizer que gostei de tudo que o Cruze Sport 6 LTZ oferece, faço apenas um reparo, mas aí muito mais em função do meu gosto pessoal. Não gosto de cores claras internas. Os bancos, portas e painel do Sport6 LTZ trazem  a cor clara como padrão. Prefiro o preto. Acho que o bege e o creme são mais apropriados para veículos do segmento Premium, embora reconheço que valorizam veículos de menor porte, como é o caso do Cruze Sport6.

 Quando for mexer no modelo, a Chevrolet pode pensar também no jeito de também de aumentar o espaço destinado para guardar celulares. O que está lá não cabe um aparelho de maior porte e quem sabe, pensando nos que não são muito adeptos do para e liga (Start/Stop), colocar um botão no painel para desligar ou acionar o sistema. No mais, o porta-malas com 290 litros de carga não é dos maiores, mas se bem aproveitado, leva boa quantidade de objetos e malas.  Numa viagem mais longa, com a família, vai ser preciso abrir mão de coisas inúteis, geralmente transportadas.

Além dos conhecidos serviços prestados pelo sistema OnStar, como emergência, segurança, proteção patrimonial, concierge e navegação, o Sport6 traz uma nova e inédita versão do aplicativo, que permite ao usuário consultar um número maior de parâmetros do veículo pelo celular. Trata-se do Diagnóstico Avançado. Essa função, disponibilizada no Sport6, informa se há condições irregulares nos itens motor e transmissão, airbag, controles de tração, freios ABS, emissões, OnStar e pressão dos pneus.Cruze Sport6 (8).

A versão de entrada do Cruze Sport6 oferece de série controle eletrônico de tração e de estabilidade, freios ABS com EBD (distribuição da força de frenagem) e PBA (frenagem de emergência), direção elétrica progressiva, luz de condução diurna, controle de cruzeiro, abertura e fechamento dos vidros por controle remoto, airbags frontais e laterais, cintos de segurança de três pontos e sistema isofix de fixação de cadeirinha infantil, dentre outros.

Com o novo design, o Sport6 ficou mais curto na carroceria, mas ganhou espaço interno com o aumento do entre-eixos

Com o novo design, como mostra a traseira, o Sport6 ficou mais curto na carroceria, mas ganhou espaço interno com o aumento do entre-eixos

Por sua vez, a versão LTZ testada  traz todos esses itens e mais teto solar, airbags de cortina, faróis com regulagem de altura, luz de condução diurna em LED, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de chuva, sensor crepuscular, abertura das portas por sensor de aproximação na chave, partida por botão no painel, acionamento da ignição por controle remoto, retrovisores externos com rebatimento elétrico e aquecimento, retrovisor interno eletrocrômico e multimídia MyLink com tela de 8 polegadas (na primeira configuração do LTZ a tela é de 4,2 polegadas), com GPS integrado e mapas 3D.

Opcionalmente, o modelo pode ter Assistente de permanência na faixa, Alerta de colisão frontal, Alerta de ponto cego, Sistema de estacionamento semiautomático, Farol alto inteligente, Carregador de celular sem fio, Banco do motorista com ajustes elétricos e Monitoramento da distância do veículo à frente. As oito opções de cores disponíveis no Cruze Sporte6 são o Branco Abalone, Vermelho Edible Berries, Cinza Satin Steel, Preto Ouro Negro, Branco Summit, Prata Switchblade e as inéditas Vermelho Glory e Azul Petróleo.

Compartilhar:

Deixar um Comentário